sábado, 22 de dezembro de 2012

Votos Airulopodas


Nada é mais importante do que o cuidado
com nossos Companheiros de jornada.
Votos de um ótimo Natal, e excelente 2013!

VIOLA (na Árvore de Natal da Anelisa) concorda com os votos!
 

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Catwoman


Qualquer discussão sobre “quem foi a melhor Mulher-Gato” que envolva Halle Berry, Michelle Pfeiffer ou Anne Hathaway é pueril e inócua.

Quem quer que tenha visto Julie Newmar em ação sabe que perto dela estas outras são insossas, quase assexuadas.

Julie era uma dançarina ultra sensual, e desenhou o próprio traje feito de lurex com botas altas, cinto baixo e diversos acessórios balouçantes (alguns não tão “acessórios” assim).

Li há muitos anos (ou melhor, décadas) que foi feita uma pesquisa com adolescentes nos EUA sobre qual a principal Musa inspiradora de suas “homenagens” particulares. Deu Julie Newmar na cabeça! (ou melhor: “na chapeleta”...) 
 
Em todos os episódios da série de televisão “Batman” na segunda metade dos anos 60 em que ela aparecia, a Mulher-Gato – em geral em meio a um processo de sedução do Morcegomem quando ela tinha finalmente sido capturada – morria no final. Mas ela reapareceria em algum outro episódio posterior... para “alívio” da galera!


Anne Hathaway pode ter sido a melhor Agente 99 da história – no doubt about it. But “Catwoman”... is a bit too much for her!

(dez/12)

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

O movimento imigratório para o Brasil no século XXI


O dicionário Aurélio – minha Bíblia – define ‘redação’ como “ato ou efeito de redigir”, e ‘redigir’ como “escrever com ordem e método”.

Uma prova de redação destina-se portanto a verificar a capacidade de uma pessoa redigir. O que parece óbvio para qualquer um. Menos, talvez, para as sumidades que idealizaram o Exame Nacional do Ensino Médio 2012.

É difícil imaginar tema mais IMBECIL para uma prova de redação do que “O Movimento Imigratório para o Brasil no Século XXI”. O que se está averiguando com tal assunto não é a capacidade do candidato de redigir ou não. O que fica em cheque é o conhecimento do candidato sobre tal tema, e não aquilo que é – ou deveria ser – o objeto e objetivo de uma prova de redação.

O assunto para uma prova de redação stricto senso deveria ser: “O que fiz neste final de semana”, ou então “O que fiz nas últimas férias”, ou até mesmo “O que espero do ENEM”, “O que espero do Vestibular”, etc.

Certamente se espera algo pensado de forma minimamente racional e inteligente.

Coitado do Saramago. Se tivesse que redigir preso a este tema, seu desconhecimento a respeito poderia levá-lo a uma humilhante reprovação. A não ser que valesse uma redação como:

O movimento imigratório para o Brasil no século XIII

Em seu discurso de agradecimento pelo Lebon de Literatura ela contou um episódio de sua adolescência: ‘fiz certa vez uma prova chamada Exame Nacional do Ensino Medio’, começou, ‘e o tema da redação era “O Movimento Imigratório para meu País no Século XIII”, mas eu não sabia NADA a este respeito (todos riram na platéia) e eu não queria inventar e passar por ridícula e dexei portanto a redação vazia como meu conhecimento e fui reprovada, eu não sabia escrever foi a conclusão, não sabia redigir, de forma que agradeço às Senhoras e Senhores por este prêmio mas na verdade há alguém enganado nesta história, ou os Professores que me julgaram antanho ou quem me outorga este prêmio, espero sinceramente que tenham sido eles, muito obrigada’, e foi aplaudida de pé.

(nov/12)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Toma lá, dá cá


O passar dos anos não lhe tirava o entusiasmo pelas suculentas formas femininas. Ele passou a entender que embora o corpo envelheça, o ardor permanece. Passou a entender a fascinação dos mais idosos pelas apetitosas raparigas de todas as faixas etárias.

Comentou então com Sicrana:
- “Quando ficar idoso, vou ser um Velho Tarado!”

A resposta dela foi à queima-roupa:
- “E eu serei uma Velha Fogueteira!!!”


(nov/12)

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Real Power


“Não Querer é Poder”
(Carol Artero)
(talvez citando Fernando Pessoa)

(25/out/2012)