quinta-feira, 17 de março de 2011

Curtindo as Imperfeições

Gosto quando ela está com olheiras.

Adoro quando está doente, sem pintura, cansada. Com cara e roupa de casa. Com um rosto que ninguém mais vê, só eu.

Ela me pergunta se vou amá-la quando estiver velhinha e com as pernas finas: mais do que nunca!

Ela não tem celulite (na verdade, nenhuma Mulher tem); mas se tivesse eu não ia me importar a mínima.

Rugas? Cabelos brancos? Venham logo, anseio por vocês!

A Mulher arrumada, bonita, sorridente, perfumada... qualquer um pode ver, admirar, amar.

Mas a Mulher imperfeita, sonolenta, com cicatrizes e vulnerável... ah, esta só eu conheço. Esta é particular, é só minha.

Só eu amo.

(mar/2011)


(Foto: Casamento no Everest, out/2008)

13 comentários:

  1. Foi a declaração de amor mais original e mais linda que já vi!!! Tá mandando bem, Mr. Guedes!!!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo e maravilhosamente verdadeiro!

    ResponderExcluir
  3. Lindo, uma declaração que toda mulher gostaria de receber! Realmente Amar é aceitar o outro com todos os defeitos e qualidades.

    ResponderExcluir
  4. E vale o vice-versa...

    ResponderExcluir
  5. É a expressão do mais puro amor!!! Lindo!!!

    ResponderExcluir
  6. Assim você sobe a média Mr. Guedes !!

    ResponderExcluir
  7. Que bela declaração de amor! Lucky Ane ...

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo sentimento verdadeiro. Abraços my friend. Alê Nogueira

    ResponderExcluir
  9. Hi my Dear friend,
    Que coisa linda de se ler!!!
    Adorei pensar em cada palavra que vc escreveu...
    Nada mais lindo e nem mais verdadeiro do que os momentos magicos que compartilhamos com as pessoas especiais em nossas vidas!
    Que lindo!
    adorei ler essas palavras lindas...
    God bless You,
    Mary Louise!

    ResponderExcluir
  10. Conceição Siqueira26 de outubro de 2011 23:28

    Puxa, Márcio, lindo!!!! Mais uma vez, obrigada por compartilhar... A-DO-REI!!!

    ResponderExcluir