quarta-feira, 21 de julho de 2010

Necessidade Orgânica

Não são apenas físicas as necessidades de nossos organismos. Fome, sede, frio, respiração são carências óbvias – mas não as únicas.

Temos também uma carência emocional; a necessidade de viver emoções fortes e intensas. Normalmente, tal manifestação acontece através da Paixão e do Amor.

Porém às vezes – muitas vezes – as pessoas não encontram correspondência sentimental, e ficam por longos períodos solitárias, carentes, necessitadas. Sobrevêm então o Desânimo, a Melancolia, a Tristeza. Uma imensa Tristeza.

Tal sentimento é simplesmente o organismo extravasando sua necessidade de Emoção, que se não é suprida pela felicidade amorosa, tem a saciedade através da dor no coração. Que é tão forte quanto as doídas pontadas causadas pelo Amor e pela saudade.

São sinais opostos de uma mesma operação, mas que ainda assim é a mesma operação. O corpo (ou a alma) fica “satisfeito” com esta intensa e imensa melancolia.

É assim que nascem os Blues, as poesias que rasgam a alma, as canções de dor-de-cotovelo.

Portanto, se você estiver macambúzio por falta de Amor, não se desespere. Pelo contrário, curta o momento, canalize a energia para a construção de sofridos lamentos e manifestações. Relaxe e aproveite: ficar triste não é ruim; faz parte. Comparta sua dor infinita, mas sem dar trabalho aos outros ou vomitar pelos cantos. Construa algo belo e pungente.

É apenas uma outra face da mesma moeda. Tão-somente mais uma necessidade orgânica sendo satisfeita.

(jul/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário